Tendinite do joelho

Atualizado: Fev 11

Tendinite é um processo inflamatório que acomete os tendões e gera lesão em suas fibras. Quando ocorre na região do joelho, a tendinite pode afetar variados tendões:


- O tendão que fica acima da patela, no quadríceps;

- Os tendões das laterais externas do joelho, que compõem o trato iliotibial;

- O tendão interno, no lado medial da articulação - nesse caso, a lesão é conhecida também como tendinite da pata de ganso, pois a área em que o tendão está inserido se assemelha ao “pé” da ave;

- O tendão patelar, que fica abaixo da patela e é muito associado à prática excessiva de esportes de impacto e à sobrecarga. Nessa área, a tendinite é conhecida também como “joelho de saltador”.


O tendão é um tecido fibroso pelo qual um músculo se prende às estruturas ósseas. Ele colabora na transmissão da força dos músculos para os ossos, para que seja possível realizar movimentos como andar e saltar. Ele é espesso, pouco elástico e está presente em diversos músculos do corpo humano.


Quando a musculatura próxima ao joelho não está forte o suficiente ou há sobrecarga na região, os tendões são exigidos mais do que deveriam e, com o passar do tempo, podem apresentar lesões que caracterizam a tendinite do joelho.



Causas e fatores de risco


Por ser apenas levemente flexível, se comparado ao músculo, e ter pouca dureza, em comparação às estruturas ósseas, o tendão fica mais sujeito a lesões, principalmente após esforços repetitivos ou sobrecargas.


Devido ao uso excessivo dos tendões, os atletas costumam ser mais afetados pela tendinite do joelho. Mas pacientes que costumam realizar movimentos repetitivos no dia a dia também podem ser acometidos, assim como idosos, que já apresentam o desgaste natural da articulação.


Fatores como excesso de peso corporal, alterações anatômicas no joelho ou no membro e prática de esportes sem preparo físico adequado podem sobrecarregar os tendões e, consequentemente, estar relacionados à tendinite do joelho.


Principais sintomas


A tendinite do joelho se manifesta por meio de desconforto próximo à articulação. Como nessa condição os tendões ficam inflamados, movimentos de contração, flexão e rotação do joelho podem ser prejudicados e gerar dor.


A intensidade dos sintomas varia conforme a fase da tendinite do joelho. No começo, ela pode se manifestar como um desconforto que surge após a realização de tarefas ou atividades físicas, mas não impede que estas sejam realizadas. Em seguida, o desconforto pode evoluir para um dor mais localizada, cuja região varia conforme o tendão afetado. Quando o quadro está mais avançado, o paciente passa a sentir dor até mesmo ao realizar movimentos leves, como subir escadas.


Condromalácia patelar gera dor ao flexionar o joelho. Saiba mais.


Como diagnosticar


Uma avaliação médica deve ser realizada para identificar a presença de tendinite do joelho e avaliar a mobilidade e sensibilidade do paciente. Exames de imagem ajudam a excluir outros possíveis danos.


Tratamento


Os tendões têm pouca vascularização, por isso, uma vez lesionados, têm recuperação vagarosa. Tratamento conservador, realizado em sessões de Fisioterapia, ajuda a reduzir a dor e a inflamação.


O fortalecimento dos músculos pode colaborar para que a musculatura do joelho volte a ter a capacidade de receber cargas de maneira correta, minimizando os impactos sofridos pelos tendões e, consequentemente, a inflamação.


0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo