Sinovite (água no joelho)

Atualizado: Fev 10

Sinovite é a inflamação da sinóvia, um tecido presente dentro do joelho.

Esse tecido produz líquido sinovial, fluido que garante a lubrificação e a nutrição da cartilagem. Quando ocorre a inflamação da sinóvia, a produção do líquido lubrificante aumenta e, como consequência, o joelho incha. Daí o nome “água no joelho”, como a sinovite é conhecida popularmente.


A presença desse líquido em excesso na estrutura do joelho pode afetar a cartilagem e os meniscos, que têm a função de aumentar a área de contato e minimizar o estresse articular. O dano pode ocorrer porque a inflamação da membrana sinovial produz substâncias que podem causar erosões na cartilagem


Além do líquido sinovial, outros fluidos podem causar inchaço do joelho quando presentes no interior das paredes articulares, como sangue e pus. A quantidade de líquido na região intra-articular influencia as características do edema e as limitações de mobilidade que o paciente terá.



Causas e fatores de risco


A sinovite pode ser causada por lesões, traumas, doenças inflamatórias e processos degenerativos que levam ao aumento da produção de líquido sinovial. Os atletas costumam ser o perfil de paciente mais acometido por essa condição, mas diversos fatores levam à sinovite. Entre as principais condições e patologias que causam inchaço no joelho, estão:



- Artrose no joelho. A degeneração da cartilagem que caracteriza a artrose leva ao excesso da produção de líquido sinovial.

- Artrite reumatóide, que pode produzir anticorpos contra o tecido sinovial.

- Contusão que causa rompimento de ligamentos, meniscos, tendões ou cartilagem, por exemplo, e que leva ao sangramento na região.

- Gota, que se caracteriza pelo acúmulo de cristais de ácido úrico na articulação, e normalmente causa inchaço no joelho.

- Cisto de Baker, que geralmente está associado a doenças degenerativas ou inflamatórias e leva ao acúmulo de líquido na parte traseira do joelho.


Principais sintomas


Inchaço e rigidez são os principais sintomas da sinovite, que pode desencadear também vermelhidão e temperatura elevada na articulação. Bastante frequente entre atletas, é comum que o paciente perceba a condição ao voltar de um treino com a sensação de estar com o joelho mais duro com dificuldade para flexioná-lo.


A formação de “água no joelho”, que causa o volume anormal na região, pode ser imediata após ocorrer o incidente que levou à sinovite ou demorar algumas horas.



Como diagnosticar


Uma avaliação médica pode confirmar o quadro de sinovite. Exames de imagem ajudam a identificar a região da articulação afetada e excluir outros danos, como infecções, degeneração ou fraturas.


Tratamentos


Para tratar a sinovite, é preciso identificar a doença ou lesão que originou o excesso de líquido sinovial. Muitos casos podem ser tratados com sessões de fisioterapia, com o objetivo inicial de reduzir o edema, melhorar a mobilidade, a circulação e o fortalecimento dos músculos.

Assim que o paciente perceber o inchaço no joelho é recomendado que faça repouso e compressas frias até que seja atendido por um médico.


2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo