Condromalácia ou condropatia patelar

Atualizado: Fev 11

Condromalácia patelar, ou condropatia patelar, é um desgaste na cartilagem do joelho. Ocorre especificamente na região da patela, ou rótula, osso revestido por uma camada de cartilagem.


A cartilagem hialina é o tecido que reveste nossas articulações e funciona diminuindo o atrito do contato de um osso como o outro. Esse tecido é essencial para que o joelho possa ser flexionado e estendido de maneira suave. A patela é uma das regiões do corpo

humano que possui as mais espessas cartilagens, o que é primordial para que o joelho suporte as altas cargas e impactos que recebe durante os movimentos do dia a dia e, principalmente, na prática de atividades físicas.


A condromalácia patelar ocorre quando esse tecido apresenta amolecimento, lesões, fissuras e passa a se degenerar, podendo deixar o osso desprotegido, causando dor e inflamação. Nesse caso, o amortecimento da articulação fica comprometido e, para compensar, a distribuição das cargas passa a ser feita de maneira alterada pelo corpo, sobrecarregando outras áreas do joelho, que não estão anatomicamente preparadas para receber e absorver tanto impacto.


A condromalácia patelar tem diferentes graus da lesão, de acordo com o comprometimento do tecido.



Causas e fatores de risco


Não são bem definidas as causas que levam à condromalácia patelar, mas é sabido que pessoas com fraqueza do músculo anterior da coxa (quadríceps) têm mais chance de envolver a doença, assim como existe uma grande correlação da condromalácia com fraturas prévias e anatômicas dos ossos do joelho.


Em algumas pessoas, fatores biomecânicos, como o desalinhamento e a fragilidade muscular, e anatômicos, que comprometem o perfeito encaixe entre o fêmur e a patela, também podem alterar o funcionamento correto da estrutura do joelho, sobrecarregar a cartilagem e levar ao amolecimento, às fissuras e às lesões.


Principais sintomas


O sintoma mais comum da condromalácia patelar é a dor na parte anterior do joelho, que pode surgir ou piorar durante a flexão do joelho, como ao ajoelhar, agachar, subir e descer escadas ou cruzar as pernas quando estiver sentado, por exemplo. Em alguns casos é possível ouvir estalos ao movimentar a articulação e sentir também insegurança ao se movimentar.


Como diagnosticar


O diagnóstico e quantificação do desgaste da cartilagem só pode ser feito por meio de exames de imagem (neste caso o melhor é a ressonância), mas o diagnóstico clínico realizado por meio de uma boa avaliação já é suficiente para identificar a doença e direcionar o tratamento mais adequado.


Tratamentos


A cartilagem tem pouco potencial para se regenerar e seu dano é irreversível e progressivo. Portanto, quando danificada, é preciso buscar alternativas para conter a progressão da condromalácia patelar o quanto antes.


Em geral, a condromalácia patelar costuma ser tratada com Fisioterapia, por meio de exercícios de fortalecimento muscular, controle de movimento, orientações e adequação das atividades físicas.


Em alguns casos raros, pode ser indicado tratamento cirúrgico.


1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo