Artrite de joelho

Caminhar, se espreguiçar pela manhã e subir e descer escadas são algumas atividades que a maioria das pessoas executa quase que automaticamente, sem prestar muita atenção nos movimentos do corpo. Mas, para quem tem artrite de joelho, essas simples ações podem ser motivo de muita dor e incômodos.


A artrite é uma doença autoimune em que o próprio corpo ataca as articulações e causa sua inflamação, podendo levar ao quadro de rigidez, dor e dificuldade para se movimentar. Ela acomete principalmente as regiões dos joelhos, das mãos e dos tornozelos. Quando surge nos joelhos, a artrite pode causar inchaço e enrijecimento da região, dificultando a flexão e a extensão da perna, além de vermelhidão ao redor da articulação afetada.


Veja também: artrose de joelho


Causas e fatores de risco


São inúmeros os tipos de artrite - mais de 200 -, genericamente chamadas de reumatismo. Elas têm diferentes causas e se manifestam de maneira diferente em crianças, adultos e idosos.


Quem pratica atividades que geram traumas frequentes nos joelhos, como esportistas, pode ter alterações nas cartilagens causadas pelo impacto, causando derrame da articulação. Essas lesões mecânicas podem levar à artrite traumática, com o desgaste das cartilagens.


Mas, em geral, quando se fala de artrite do joelho trata-se da artrite reumatoide. De origem desconhecida, ela acomete duas vezes mais mulheres do que homens, segundo dados da Sociedade Brasileira de Reumatologia. Normalmente começa a surgir em pacientes entre 30 e 40 anos, mas pode afetar pessoas de todas as faixas etárias, incluindo crianças.


O fato de o próprio corpo atacar as articulações indica uma falha no sistema imunológico, por isso, alguns especialistas trabalham com a hipótese de a artrite ter como uma das causas a herança genética.


Principais sintomas


Dores progressivas ou repentinas, inchaço e rigidez são os principais sintomas da artrite de joelho. No início do processo inflamatório, a dor e a rigidez podem se manifestar somente após muitas horas de repouso, principalmente pela manhã. É como se a pessoa tivesse uma sensação de estar “enferrujada” ao acordar.


Dificuldade para flexionar o joelho, sensação de calor na região e vermelhidão são outros sintomas de artrite no joelho.


Como diagnosticar


Exames clínicos feitos por médicos especializados em reumatologia ajudam a avaliar a capacidade motora do paciente. Exames laboratoriais e de imagem podem indicar com mais precisão a fase da lesão.


Tratamento


Sessões de fisioterapia e atividades físicas feitas de maneira adequada e com acompanhamento ajudam a melhorar a flexibilidade e a desenvolver o entorno das articulações. Preservar essas estruturas é fundamental para garantir que os músculos continuem a se movimentar normalmente.


Se o paciente tiver artrite de joelho em estágio avançado, mas apresentar boas condições de saúde, uma prótese poderá ser implementada de maneira cirúrgica, para que ele ande sem sentir dor.


1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo